segunda-feira, 9 de maio de 2011

Prenda-se Apenas ao que for Bom.






Eu estava olhando uns relatos meus antigos sim eu tenho um Diário e prestei atenção nas coisas que me disseram. Que ia ficar comigo pra sempre, ou que nunca iria me deixar ou me esquecer, que sempre ficaríamos juntos ou ao menos próximos, que eu sempre seria especial e blá blá blá... E percebo o quanto as pessoas se deixam realmente levar pela aquela frase “Que seja infinito enquanto dure”, e me pergunto se essa frase não quis realmente dizer “que seja falso enquanto dure”... Não estou querendo contestar essa frase histórica do Seu Moraes, mas quando alguém te fala uma coisa, você costuma acreditar, e muita gente pega isso como verdade absoluta.

Quando alguém te fala que nunca vai te esquecer e quando vocês se encontram ou trocam algumas palavras e ele(a) parece totalmente indiferente ou até mesmo esquece de algo que era importante na época, o que você sente? Eu particularmente me sinto a pior espécie em extinção. Um ex me disse para eu não levar as coisas tão a sério, e que eu seguisse sem nem olhar pra ele, mas é um defeito se eu acreditei nele? Não estou falando pra nunca superar, mas é exatamente isso, superar! E não esquecer no sentido da palavra. Esquecer é quando você tira definitivamente algo de sua mente, mas acredito que só sirva pras coisas totalmente ruins, porque as boas certamente te trouxeram felicidade num determinado momento e é isso que tem que ser lembrado com carinho.

Mania de dizer que ex bom é ex morto. Deseje isso praquele assaltante que levou seu celular que você mal aprendeu a mexer porque comprou no ultimo final de semana à vista com dinheiro juntado de meses de trabalho! Esse sim é bom morto, confesso, mas um ex sempre vai ser seu(sua) namorado(a) de uma determinada época de sua vida e isso nunca vai mudar, porque de uma forma boa ou ruim, você aprendeu algo com ele(a) que te deixou mais forte, maduro(a) e hoje você consegue olhar para as coisas com mais sabedoria. Às vezes pouca, mas tem.

Por isso costumo dizer que você só supera cem por cento alguém quando encontra outra pessoa. É aquele espaço no cérebro que está sendo substituído, e você consegue depositar sua atenção nessa nova pessoa que vai te proporcionar momentos felizes e tristes (não se iluda que nem tudo é perfeito).


Não estou dizendo que seja fácil você olhar para aquele namorado(a) que te fez sofrer e chorar noites a fio, te bateu ou te traiu, esses confesso que é bom mesmo manter numa caixinha bem no depósito da garagem, mas aqueles namoros que só tiveram um rompimento difícil e doloroso, merecem seu carinho eterno. Procure olhar pra essa pessoa com ternura, um olhar de agradecimento por tudo de bom que ela lhe trouxe, e de tudo de ruim que te fizeram crescer, isso certamente vai te fazer sentir uma pessoa melhor do que ela e veja o quão gratificante isso será. Mas tenha controle de manter as coisas no seu devido lugar e não vá lembrar dessa pessoa a ponto de trazer todos os sentimentos de volta e você se vê querendo voltar, se isso acontecer, veja os pós e os contras pra saber se vale a pena.




Lembrar-se das pessoas, amigos ou namorados, sempre com pensamentos positivos, vai te trazer o mesmo. É a lei do retorno. Você recebe o que dá. Então pratique isso.


3 comentários:

Igor disse...

Amo esse escritor! E, lendo esse texto, faz tanto sentido pra mim como há um mês não faria. E eu sei que existem lições que terei de aprender... o dificil é como elas são ensinadas.

Raony disse...

hoje tava inspirado, né? depois eu comento direito, agora to com pressa. beijos

raony disse...

agora vou comentar dignamente.
acho que penso um pouco como você, meio que acho que superar significa conseguir ver o outro e apenas ser amigo. acho que teve 1 ex que não superei ou pelo fato de ele não ter superado. ele não superou, FATO, e ainda fica me incomodando, tenho raiva e não sei ficar mais perto dele sem sentir raiva. enfim. foi bom e depois dele, o "eterno" ainda não retornou à minha realidade

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...