quinta-feira, 3 de março de 2011

Como falar que a noite não foi daquelas?




É assim, você está com vontade, mas tanta vontade, que não seleciona muito bem com que vai ser. De repente, aquela pessoa que parece ser a que vai fazer você ver fireworks não os da Katy Perry e aquenda. Mas... Não foi nada do que você esperava, ou não esperava, ou simplesmente queria que fosse.

Quando é no dia seguinte e você sente aquela sensação de que se sujou todo(a) e não sabe o que fazer pra limpar. Olha pra cara da pessoa e tenta mostrar o máximo possível que você está bem e que está tudo normal, quando o que mais queria era que ela simplesmente fosse embora. No fundo não é isso que você quer, e sabe por quê? Porque você ainda se importa com os seus e mais ainda com os sentimentos dele. Depois que ele se vai, você toma aquele banho como se tudo fosse descer pelo ralo. E como falar pra ele que a noite não foi daquelas? Meu amor, não tem como. De qualquer forma o que você for falar, vai se criar uma mágoa e não se pode fazer nada a respeito. Não tem como chegar e falar pra pessoa, “hey, tipo assim, não foi legal e eu de longe quero repetir”, não nessas palavras, mas de uma forma que ele entenda. Para uns, lógico que não vai fazer a mínima diferença porque ele vai pensar “ah, ninguém nunca reclamou”, mas nem todo mundo tem um ego tão Adriana do BBB11 que samba na cara do povo. O que acontece é que quando não rola, meu amô, não rola. É o feeling, aquela química que faz seus elétrons ficaram loucos do edy e tudo ser no mínimo prazeroso ( aquenda que não estamos falando de fazer amor), e quando isso não bate, não adianta, a não ser que você faça a Bruna Surfistinha e vá twittar no celular enquanto a pessoa revira os olhos, mas claaaro que você não é dessas aloca que tendo o cachê no final tudo é babado mas eu particularmente não faço isso. E não fiz. Simplesmente parei no meio do processo e disfarcei, tudo em prol de não magoar a pessoa, e tentei dormir no mínimo abraçadinho pra não estragar tudo. Embora o que eu mais queria era ficar sozinho.

O que eu me toquei é que quando você se abre pra essa vibe de ficar e transar sem compromisso, rola esse risco de não haver o encaixe dos beijos, as mãos não saberem o que fazer e todas aquelas posições desconfortáveis, porque nem todas as pessoas tem o mesmo feeling. Então o melhor é torcer para que a pessoa tenha no mínimo se tocado e lhe poupe de ser sincero, porque no fim, sinceridade é o melhor caminho, e não ligue mais. Se restar amizade, legal, finja que nada aconteceu e faça a linha Kátia.

Mas o melhor é que na vida não falta Yin para o seu Yang e quefaça você ter aquele orgasmo firework, mas sempre usando camisinha viu honey. E cuidado com o coração pra não confundir as coisas (como eu disse nesse post aqui) e você acabar se apaixonando.


Dica:

Guarde o que você tem de melhor pra pessoa certa, isso é o que você tem de mais valiosos e não desperdice com quem não vai te fazer sentir único.










P.S.: E olha onde foi parar meu post: aqui no Para Mocinhos! *-*

Nenhum comentário:

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...