sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Dicas de Alimentação



Outro dia eu estava procurando dicas para uma boa alimentação, ainda mais agora que estou com minhas atividades físicas mais intensas, então, pra quem não quer (ou não pode) comprar aqueles potes com 37 kg de suplemento alimentar, vou usar meus conhecimentos limitadíssimos sobre o assunto pra dar algumas dicas de alimentos ricos em Fibras, Proteínas e Carboidratos.

Carboidratos a gente sabe que basta comer aquele prato de macarronada e quando chegar na academia e dizer o que comeu, sua instrutora (a minha e linda Jéssica, por mim, Jey) te chama de maluco e diz que macarrão só serve pra engordar, que é rico em calorias, carboidratos e GORDURA! Então, troque a macarronada por um sanduiche integral de queijo, ou simplesmente por um mingau de aveia, com um suco e tudo está resolvido. E corra pra academia, porque de preferência, consuma carboidratos antes dos exercícios, para lhe dar energia.


Proteínas, pra quem não sabe, é o que faz seu braço de gafanhoto se transformar naquele tríceps a lá Ryan Reynolds. Então, depois dos exercícios, quando o seu músculo sofrer micro fissuras, ele vai procurar se reconstituir e é aí onde você entra com um sanduiche de pão integral com ovos cozidos que é mais saudável do que aquela fritada na margarina né seu lindo e queijo e um leite de soja recomendo o Ades que é bem gostoso por sinal.  Proteínas tem muito em carne vermelha, mas que tal trocar por frango? É mais saudável e tem quase a mesma quantidade. E pronto, sua alimentação pós academia está do babado!


Já as Fibras, sabe né, pra manter aquela obração cacada matinal em perfeito sincronismo e você não ter problemas com gases. Aí é fácil, é só lanchar um pão integral com iogurte (que também é rico em proteínas) ou com um suco de Couve com Laranja, uma Delícia! (receita do suco a baixo)   E coma uma maçã de vez em quando ou mais cereal com leite ou iogurte. Dica: Se você não é acostumado a comer alimentos ricos em fibras, cuidado, inclua gradativamente essa rotina na sua alimentação, isso se você não quiser ter aquele dia de Rei, se é que você me entendeu.


Dica de Deus: Beba mais Água! Temos que beber pelo menos 2 litros de água por dia, além de hidratar o corpo e melhorar a pele, evita pedras nos ruins, né, e com o aumento no consumo de fibras, beba mais água se não pode lhe dar aquela prisão de ventre. #dicona




Dicas aceitas? Agora se joga na academia e se prepara pra ter o corpo que você sempre sonhou.







P.s.: Se passei alguma informação errada, por favor diz aew. Estamos sempre aprendendo. Mas você sabe que sempre é importante consultar um profissional. Beijos.



segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Café com Leite.

Eu já tinha ouvido falar desse curta metragem mas não tinha parado pra assistir.

Minha conclusão: Gostei.

Apenas isso. Ainda tá longe do que eu senti quando assisti “De Repente Califórnia” (Shelter) (trailer) que no final do filme você olha pra tela e diz “que liiiiiiiiindo” com os olhos lacrimejados. Sim, sou uma manteiga se tratando de filmes e até mesmo comerciais. Mas esse curta, “Café com Leite” – uma produção brasileira de 2007, dirigido por Daniel Ribeiro – me fez terminar emocionado, mas esperando mais. Assiste e depois vê meu comentário.





Sinopse: Danilo estava prestes a sair de casa para ir morar com seu namorado, Marcos, quando seus pais morrem num acidente. Seus planos para o futuro mudam quando ele se torna responsável pelo irmão caçula, Lucas. Novos laços são criados entre estes três jovens garotos. Enquanto os irmãos Danilo e Lucas precisam descobrir tudo que não sabiam um sobre o outro, Marcos tenta encontrar seu lugar naquela nova relação familiar. Entre vídeo-games e copos de leite, dor e decepção, eles precisam aprender a viver juntos.

Parte 1:


Parte 2:



Eu acho SIM que eles poderiam ter encontrado um meio de concertar tudo e ficar juntos como uma família feliz antes de acabar o curta! Também ficou muito vago, , não dá pra saber o que vai acontecer quando o Marcos (que por sinal é um fofo) voltar de viagem, mas enfim.
Ainda prefiro histórias de filmes em que no final você reflete e olha pra si mesmo com um orgulho de ser gay. Acho que precisamos mais disso (Se bem que no caso o problema não foi esse, por isso eu gostei, pois trata da realidade de uma forma natural), já em “O Segredo de “Brokeback Moutain” (trailer) o negócio é bem diferente, porque particularmente eu me senti MUITO mal por ser gay depois de ver esse filme. A história é linda e tudo e tal, mas um final trágico desse só faz a gente querer se matar! Longe de mim, bee..
Eu acho que estamos precisando de filmes mais lindos e com um desfecho mais feliz pra gente sentir orgulho de sermos quem somos, tipo “Imagine Eu e Você” (Imagine Me & You) (trailer), estrelado por Piper Perabo (Show Bar) e Lena Headey (300) onde tudo acaba lindo e feliz!

Olha eu fugindo do tema...

Enfim, decidi comentar sobre esse curta que mereceu minha atenção. Espero que tenham gostado.


sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Capítulo 3 :: "Eu, Meus Sapatos e os Namorados"









O Teste.





Acordei com meu celular tocando desesperadamente, e cheia de dor de cabeça. Era minha mãe.
Minha filha, como você está? – eu deveria dizer nua e dolorida, mas um “estou bem” era suficiente – Estou ligando pra dizer que te amo. E pra lhe chamar pra almoçar conosco essa semana. Seu avô está com saudade de todos e quer nos fazer uma surpresa.
Estremeci. Uma surpresa de meu avô era sempre um momento tenso. Há dois meses ele quis nos fazer uma surpresa e realmente tivemos uma.
Meu avô, um velho de 73 anos, charmoso pra idade dele, mas com leves momentos de caduquice, quis preparar um jantar no aniversário dele e queria uma coisa simples. A mesa estava completa, com meu pai conversando com o cunhado, ao lado da esposa que tentava colocar a comida no meio do prato da minha prima mais nova, enquanto os outros dois mais velhos comiam loucamente porque o videogame não podia esperar, e minha mãe mandava meu irmão desligar o celular para comer enquanto servia vagem para meu avô que parecia sereno. No meio da refeição, foi entregue um bolo artificial de dois metros e deixado no meio da sala, todos ficaram surpresos e buscavam um responsável. Parecia um presente diferente, mas ninguém sabia do que se tratava. De repente, uma mulher de biquíni e chapeuzinhos de aniversário no lugar do sutiã surgiu de dentro do bolo gigante. Minha mãe soltou um grito e correu para tapar os olhos de Rafael, meu irmão, detalhe, de 22 anos, e minha mãe se negava a acreditar que ele tinha um pênis desenvolvido e que funcionava com todas as meninas da rua. Foi um corre-corre e meu avô era o único que estava curtindo. Meus primos de 6, 10 e 12 anos dançavam freneticamente enquanto a mais nova gritava “Eu quero ter os peitos dela, papai!” pro meu tio que apanhava da esposa. Quando conseguimos segurar meu avô e pôr a dançarina devidamente vestida para fora de casa com seu bolo, descobrimos que tudo foi armação dele mesmo, que queria se sentir jovem novamente. Meu irmão só conseguiu perguntar pra ele se havia funcionado alguma coisa antes de levar com o pano de prato na cabeça dado por mamãe.
– Pode ser, mãe. Mas me avise com antecedência pra eu avisar no trabalho. Agora, eu preciso desligar.
Tudo bem, minha filha. Se cuide e fique com Deus.
Desliguei e me dei conta do meu estado deplorável. Deitada no meio da sala, envolta por um cobertor que eu não sabia de onde havia surgido. Descabelada era pouco, e o pior de tudo, sozinha.
Dei uma rápida olhada pelo apartamento e não vi ninguém e me certifiquei de todas as coisas de valor estarem no seu devido lugar. De repente eu me senti mal. Ele havia ido embora. Mesmo. Só consegui tomar um banho, limpar a bagunça e ligar pro Lucas.
Como assim, gata? Ele sumiu? Procura alguma coisa que ele possa ter deixado aí.
– Não, não. Ele foi embora mesmo. E a culpa é toda sua. Quem mandou você empurra-lo pro meu apartamento? Eu tinha me contentado com um beijo no portão.
Ih... A trepada foi uó.
– Não. Pior, foi maravilhosa. Eu gozei incontáveis vezes... EU TE ODEIO!
Ow, gata. Já tentou ligar pra ele?
– Claro! Dá desligado. Tá, chega disso. Vou comer alguma coisa.
E desliguei amargurada. Mas o que eu esperava? Sexo no primeiro encontro se resume a isso. Sexo. Mesmo assim, eu não tinha certeza se estava afim de namorar o cara dos assuntos diversos. Eu preferia assuntos específicos. De preferência, específicos a mim. Mas tudo bem, iria anotar o nome dele na lista de ficantes e seguir com minha vida. E quando eu me dei conta de que não sabia o segundo muito menos o terceiro nome dele, ele se resumiu a “Bruno Múltiplos Orgasmos” no meio dos outros. A campainha tocou e meu coração deu um disparo, quando abri a porta com toda a esperança do mundo, Isabela surgiu como uma fera.
– Eu disse!!! Que se não seguíssemos o Decreto isso iria acontecer!
– Isa, foi só uma transa.
– Inclusive pra você? – ela parecia em dúvida.
– Inclusive pra mim.
– Meu ovo! De que foi a culpa?
– De quem foi a culpa, você quer dizer.
De que. Aposto que foi da vodka. – e fez uma careta. Ela me conhecia mesmo. E foi se jogando no sofá. – Foi aqui que tudo aconteceu? Adoro.
– O que você está fazendo aqui? Pelo visto o telefonema do Lucas foi rápido, hein. Onde está aquela rapariga?
– Com medo de você. Ele me mandou um spotted¹ e eu voei pra cá. Anda, quero saber detalhes. Tamanho, intensidade, quantidade e volume. Vamos. Conta mais.
Confesso que aquilo me divertiu e me fez esquecer a parte ruim.

Enquanto eu destrinchava todos os detalhes sórdidos da noite passada, Isabela fazia caras e bocas preocupadas, e eu percebi que as caras não acompanhavam minha história. E quando eu estava na parte do segundo orgasmo, ela pareceu enjoada.
– Tá tudo bem, Isa?
Unhum. – Aquilo pareceu mais um grunhido. E quando eu torci a boca como quem não engole essa, ela desabou em choro. Assim. De repente.
– O que foi isso, meu Brasil?
E quando os soluços pareciam incansáveis, a bomba caiu no meu colo.
– Estou grávida.
O que? Minha mandíbula caiu, mas eu não consegui pronunciar nenhum som.
– Na verdade eu não sei – pausa para os soluços – Eu só estou sentindo os sintomas. Tipo, seios doendo, enjoo, tontura, e muita, muita fome.
– Amiga, vai vê você só está com vermes.
Ela me olhou torta com os olhos cheios de lágrimas.
Não pensei duas vezes, abri o celular e comecei a digitar uma mensagem pro Lucas:

 “Deixa de viadagem e corre pra cá. Traz um teste de gravidez. Aqui você vai saber”

Dois segundos depois ele respondeu:

“Mas já? O babadinho do Bruno é rápido mesmo.”

Decidi não responder.
Enquanto isso Isabela me contava como aquilo passou pela cabeça dela.
– Foi uma vezinha só. Eu estava com o Vinicius lá em casa e estávamos sem camisinha, então decidimos nada de penetração. Só que no meio do rala e rola, ele entrou, e eu deixei porque estava muito excitada.
– Ai amiga, mas nem pra ele ejacular fora.
– Ele ejaculou. Mas acho que ele gozou mais de uma vez...
– Nossa! O negócio foi bom, hein?
– Pois é. E pra constatar estou atrasada há um mês.
– E você não contou nada pra gente?
– E eu ia imaginar que uma vezinha a porcaria do esperma dele ia achar meu óvulo!
– Hum... Eles sempre acham o que não devem.
A campainha tocou e eu dei um pulo. Lucas entrou correndo com uma garrafa de Martini nas mãos.
– Onde você vai com essa garrafa? – perguntei indignada.
– Ora pra onde? Se quem quiser que não esteja grávida, a gente pode beber. Não é? – perguntou Lucas.
– São dez da manhã, Lucas!
Isabela colocou as mãos na boca e correu pra pia da cozinha.
– Que porra é essa? E eu pensando que você estava de zoação comigo...
– Mas você trouxe o teste, não trouxe? – e ele me entregou uma sacola de farmácia.
Depois que Isabela parou de colocar todos os bofes pra fora, sentamos e esperamos ela relaxar pra poder o xixi descer, e fizemos o teste. Enquanto não dava resultado, Lucas parecia mais nervoso do que nós duas juntas.
– Como vamos chamá-lo? – perguntou ele com uma taça cheia de Martine na mão andando de um lado para o outro.
– Chamar quem? Você tá maluco? – indignou-se Isa – Você acha estou preparada pra ser mãe?
Uma pausa silenciosa.
– Mas, se você estiver mesmo grávida, e seu filho for gay? – perguntou Lucas.
– Tá de sacanagem comigo. – Isa parecia enjoada de novo.
– Claro que não! Se é assim que você encara o fato de ter um filho gay...
– Para de falar besteiras, Lucas. – Isa parecia mais calma. Todos sabíamos que esse era um assunto delicado quando se tratava de Lucas, quando no momento que ele colocava os pés dentro de casa, assumia uma outra postura com sua mãe. – Você sabe que eu não me importo com o fato dele ser gay ou não, isso não faz diferença. Por tanto que ele seja decente, estude e tenha um grande apartamento de frente para o mar e que me compre umas três bolsas por semana pra eu não enjoar de nenhuma delas...
– Vocês podem voltar aqui! Alô! – fiz sinal com os braços pra ver se os dois voltavam pra realidade. – A gente está falando de ter um bebê! Um filho! Alguém se dá conta disso?
– Meu Deus, varizes. Estrias. Como proceder? – perguntou Isabela com cara de desespero.
– Monange, meu amor. Por que você acha que a Xuxa parece mais nova que a própria filha? – Lucas respondeu dando uma golada funda do Martini, esvaziando a taça. – Alguém quer?
E quando eu havia desistido de pôr os dois na realidade, o teste deu resultado e uma linha rosa apareceu.
– O que isso quer dizer? – perguntou Isabela.
– Quer dizer que vamos começar a pensar nos nomes. – disse Lucas.
A campainha tocou e eu me senti atordoada, levantei sem forças nas pernas e Isabela ficou no chão do banheiro com o teste de gravidez positivo nas mãos, e Lucas segurava uma taça vazia.
Quando abri a porta, minha vista parecia turva, e quando entraram em foco, reconheci quem estava parado diante de mim esboçando um sorriso e segurando uma sacola de padaria. Bruno.
– Me perdi na vizinhança, mas acabei encontrando o caminho de volta. Está tudo bem?





____________
¹Bordão do seriado americano Gossip Girl; quer dizer: "Flagra"

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Listinha pra passar mal!... ou bem.


Todo mundo tem aquela lista de boys guardada em algum lugar. Seja no diário, no blog, na última página do caderno, ou dentro daquela caixinha guardada no fundo do guarda-roupa. Uma listinha contendo os boys mais ionizados da sua vida, aqueles boys que se eles aparecem em algum filme, você corre pra assistir e contando os segundos da cena em que ele tira a blusa, ou quando aparece algum babado dele num site ou revista de fofoca e você de butuca pra saber tudo sobre ele. Enfim, coisas de fã...




Eu particularmente tenho essa lista também e confesso isso. Não que quando eles aparecem em algum filme eu vou correndo pra assistir, mas aqueles que me marcaram de alguma forma em algum filme e eu nunca mais consegui esquecer. Coisas assim. Tipo o Adam Garcia, que me conquistou no filme “Show Bar” (trailer). Alguém lembra da cena em que ele faz aquela dancinha em cima do balcão?! E como esquecer (se não, olha aí em baixo), ou de quando ele acorda só com o lençol escondendo o ouro depois de fazer um sexo gostoso com a Violet (Piper Perabo) em que sua bundinha branca aparece para nossa felicidade. Mas pra mim a cena mais cute é quando ela, a Violet, diz que ele é um fofo, e ele simplesmente balança a cabeça como uma criança pidona, naquele momento eu... prefiro não comentar. (rs)








Já o Ryan Reynolds é aquele que você pensa quando tá naquela série de abdominais em que a preguiça tá te pegando e pelo poder da inspiração no tanquinho do Ryan você continua com força total! Agora se o seu tanquinho vai ficar como o dele, só o tempo e muuuuuuita dedicação a gente vai saber. Me derreti na cena em que ele tá levando mó surra no filme “Blade Trinity” (trailer) e ele simplesmente tufa o tanquinho na coragem de apanhar mais (foto), foi quando eu disse “noooooooossa” (do jeitinho que meu amigo Aviner costumar dizer). 


Desde então ele tem aparecido lá em casa nas últimas sextas-feiras.

..unhum honey B.

E a atuação dele em “A Proposta” (trailer) só me fez ser ainda mais seu fã, não porque ele aparece do jeitinho que veio ao mundo, também, mas porque ele tem um ar de comédia que eu ADORO ver nesse Brasil. E não é a toa que ele foi eleito o homem mais sexy do ano pela People! Quem concorda? \o/





E ainda me lembro quando assisti “Segundas Intenções” (trailer) e o Ryan Phillippe me deixou cagado com as caras abusadas e os bicos cheios de nojo do personagem, mas que no final ele aprendeu a dizer “eu te amo”, desde então esse filme marcou minha vida. O filme e ele, é claro. Principalmente na cena em que a bundinha super definida dele aparece em melhor ângulo. Nessa eu tive que voltar vááárias vezes e assistir sem me cansar... Fazer o quê? É mais forte que eu... E ainda mais agora depois das declarações civilizadas e pacíficas dele sobre o novo relacionamento de sua ex-mulher Reese Witherspoon. Além de lhendo sabe ser homem de verdade. Alguma cópia dele porae?






E CLARO que quem assistiu o “Quarteto Fantástico” ficou doido com o Chris Evans passeando só e somente só com um casaco rosa cobrindo seu ouro. Eu particularmente não via a hora dele botar fogo naquilo e mostrar o seu poder! Como Tocha Humana, claro.. Tocha.. Atocha.. enfim.. me perdi no assunto. E pra quem não viu ele mais novinho usando o que ele tem de melhor pra promover alguma coisa que não me interessa, porque só consigo olhar pra ele mesmo, vai a foto aqui. Gente... Comofaz?










E quem não passou mal com o Kadu do BBB10? Só fiquei mais do que feliz em ver que ele defende as causas gays, o que faz dele mais lindo na minha opinião. Não por nada, mas por saber que ele está do nosso lado independente se ele for gay ou não. E o melhor foi o ensaio publicitário de umas cuecas que ele fez, onde você pode conferir aqui no blog do Para Mocinhos e morra. Eu deixo.







E o Jake Gyllenhaal? Geeente, como assim? Quem consegue olhar pra esse sorrisinho aew e não sentir uma tontura vindo de dentro? Ou de baixo? Enfim.. Vindo! E quem não viu o “O Segredo de Brokeback Moutain” (trailer) não conferiu ainda a performance do Jake num momento de passividade (hihi). Mas me lembro mesmo de uma cena de um filme que não lembro o nome agora, algo ligado em pesquisa e tals, que ele vai pegar a rasha na cama e faz um movimento SUPER sexy pra tirar a camisa pelas costas... Sem descrição. E se ele é gay? Há boatos, quem sou eu pra discordar.. mas sou eu pra concordar!











Mas se as pessoas falam do Jake, se ele é gay, imagina o meu querido amado e abençoado Adam Noah Levine, porque ele merece ter o nome completo até porque eu sou extremamente suspeito pra falar dele. Meu divo, meu tudo, meu ídolo... tá parei. 
Pra mim, ele é simplesmente TUDO e merece fechar essa lista com chave de ouro, com essa foto que ele tirou pra uma campanha contra o câncer de próstata pela revista Cosmopolitan UK da edição de fevereiro, e quando perguntaram por quê o Adam, eles só responderam "Porque ele é incrivelmente sexy!" Quenda!  Quando saiu essa foto semana passada, eu pirei! Não consegui tirar os olhos e ela foi parar no meu plano de fundo do celular. E podem falar o que for se é bibita ou não, whatever, eu pegava do mesmo jeito. Pronto falei. E sem falar na evolução corpórea impressionante que ele sofreu no último ano, tudo isso só me impulsiona pra continuar com meus trabalhos físicos e ter uma definição assim, ou parecida...









Enfim, acabou que esse post ficou mais gay do que eu esperava, mas quem consegue se controlar diante desses boys todos? É todo esse feeling perigoso... E confesso também que tenho uma lista de mulheres maravilhosas que também mechem com meu sistema nervoso, mas essa eu conto depois.


Agora me abana!







linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...